Helio Branco | FacebookHelio Branco | TwitterHelio Branco | E-mailHelio Branco | Biografia

 

A luz que nos protege, 2013 | Galeria Coleção de Arte | Rio de Janeiro 

A luz captada - Glória Ferreira

 

Ao pesquisar o registro como processo fotográfico, funcionando no seu estado natural, Helio Branco, doutorando em Linguagens Visuais, desenvolve um trabalho experimental a partir da incidência da luz no seu local de estudo, o Galpão da Escola de Belas Artes da UFRJ.

Utilizando a luz filtrada pela arquitetura do local para as fotografias, o artista tem realizado diferentes tipos de impressões, em materiais como mármore, tecido, acrílico, vidro, estes dois últimos lhe interessam, sobretudo, pela transparência. Realiza também impressão UV.

 


Segundo o artista, “Sua maleabilidade e impermanência talvez sirvam como senhas para trafegar entre as imagens”.1 Ao pesquisar o registro como processo fotográfico, funcionando no seu estado natural, Helio Branco, doutorando em Linguagens Visuais, desenvolve um trabalho experimental a partir da incidência da luz no seu local de estudo, o Galpão da Escola de Belas Artes da UFRJ.

Continua importante em sua poética o efêmero, a transitoriedade, como em suas ações públicas. Aqui, é a própria captação da fotografia que registra um momento, fugaz da luz se deslocando segundo o andamento dos astros. Antes Helio havia marcado no chão, como um desenho, o andamento dessa luz. Estes também são espelhados, em fotografias, e farão parte de A luz que nos protege.



1.Texto de apresentação da exposição.

 

 

 

Fotos
Luiz Silveira

Montagem
Marcia Muller